O que carrego comigo em 2013

E quando a gente menos espera o Ano Novo chega. É mais o menos assim. Chega Dezembro parece que já dá aquele faniquito do que fazer e de logo virar o ano para com ele vir as inspirações, os novos projetos, as mudanças e todo o Encanto que o Novo nos proporciona.

Quase todos os dias do ano foram compartilhados desejos e pensamentos otimistas de “Bom Dia” de incentivo, de inspiração, de paciência. Já parou para imaginar quantos sentimentos nós tivemos durante o Ano de 2012? E por mais que tivemos muitas situações aparentemente insolúveis elas se resolveram. Quantos choros, quantos risos, expectativas, raivinhas…

Qualquer ano vivido, seja ele bom ou nem tão bom assim nos ensina alguma coisa. As lembranças que nos deixam saudades e os sustos que nos ensinam a viver. O ano de 2012 foi um ano recheado de acontecimentos e tenho algumas experiências que quero trazê-las comigo para 2013 e tornar o Ano da Serpente ainda melhor.

 

Meu início de 2012 foi cheio de esperas. Na verdade a gente muitas vezes se apóia na situação por comodismo. Afinal, ninguém quer sair da zona de conforto para enfrentar o novo, o risco, o diferente. Eu que sempre tinha me visto como uma pessoa audaciosa percebi que nem tudo o que a gente imagina ser é o que a gente é! Descobri que cada lamento era um dia perdido e Ha…como cada minuto da nossa vida é precioso e escasso. Nesse quase meio que fim de ano me senti livre e realmente audaciosa. Hoje, ainda em transformação, penso e ajo mais a ficar refletindo e imaginando como as coisas poderiam ser. O meu tempo é precioso e a gente tem que fazer valer cada minuto.

 

Eu sou a verdadeira fazedora da lista de desejos. A gente vive reinventando e imaginando como as coisas deveriam ser e aprendi a não deixar mais para “amanhã” o que podemos fazer hoje. Quer algo? Faça! É quase uma continuação do NÃO PERCA TEMPO mas a gente só percebe algumas coisas na hora em que a gente coloca a mão na massa. Deixar as desculpas de lado e o conformismo. Utilizar a lista de desejos como um plano mesmo. E agir para que ele tome um rumo.

 

Sempre falo sobre o ato de se gostar, se cuidar. A falta de tempo pela vida que levamos nos deixa ao mesmo tempo mais longe de nós mesmas. É um projeto que comecei brincando e agora virou coisa séria. Aprendi com a minha acupunturista a prevenção. Já que temos que gastar um bom dinheiro que seja com a prevenção das rugas, das doenças físicas e emocionais, da flacidez ou sei lá o que seja. Aprendi a nunca descuidar da boa alimentação. É ela o combustível do nosso corpo. Aprendi a ouvir mais o que meu corpo fala e como ele responde. Acredite no que você pode se tornar e trabalhe em cima disso. Se olhe mais no espelho, seja sincera consigo mesma. A mudança pode ser lenta mas a gente se olha no espelho depois como a lagarta que virou a borboleta.

 

Já se sentiram “sem lugar”? Tem dias que a gente sente que a criatividade não vai, a gente não tem foco os pensamentos não fluem. Parece que o mundo tá girando e você tá parada, indecisa e algumas vezes de mau-humor. E quantas vezes isso me aconteceu por ansiedade ou preocupação. O melhor a fazer é distrair. Mude de ares, leia um livro, converse com alguém, tome uma cervejinha para relaxar, veja fotos, pratique um exercício ou qualquer coisa que goste de fazer. Renova o ânimo e liberta a zica que a gente tava.

 

Em 2012 foi um ano que tive mais contato com Deus. Digo como experiência própria. E independente de qual seja a sua religião acho que acreditamos em algo maior. Este ano aprendi que TUDO é no tempo dele. Que por maior preocupação que tenhamos é preciso fazer o que nos compete e entregar nas mãos de Deus. Ele nos ampara, conforta e faz milagres. Vou ser breve nesse trecho porque não estou aqui para converter e nem fazer a linha santinha. Só gostaria de passar essa experiência maravilhosa que tenho tido e que quero que ela continue dentro de mim. É preciso acreditar que existe algo maior do que tudo isso aqui que a gente vive. Algo que vai além das nossas conquistas materiais e pessoais. É cuidar da mente e do espírito. Não tem jeito, a gente se sente mais forte, mais protegida.

A maior causadora de vidas frustrantes é a tal da zona de conforto. A gente quer mudar mas tem medo de mudanças. Recomeçar. Às vezes é preciso descer 2 degraus pra subir um. É parar de empurrar seja lá o que for com a barriga e mudar. Tem gente que perde uma vida inteira por falta de coragem e quando chega no final dela só teve um único saldo: a infelicidade. Sejamos autores da nossa própria história. Sejamos a mudança que queremos ver nas pessoas. É preciso ter coragem para enfrentar os desafios e fugir da preguiça e do conformismo.

Diquinhas de amiga para um 2013 melhor que 2012. Mais fortes, mais corajosas, mais guerreiras e não menos delicadas, sensíveis e femininas. 😉

 

ANNA GLAM

ANNA GLAM

É comunicadora, maquiadora profissional, designer de sobrancelhas e muito apaixonada pelo que faz.

Neste blog você vai encontrar conteúdos sobre beleza, moda, lifestyle e tantas outras coisas que a gente adora falar!

acompanhe a glam
nossos parceiros
logo lindoya verao

CONTINUE NAVEGANDO

tem bastante coisa legal pra você aqui no blog!